14 de jun de 2016

ANÁLISE DO FILME: A BRUXA

Hoje vou falar sobre o filme A BRUXA. Vou ser direto e reto!

Poster:



Sinopse:
Com muitas cenas de suspense e horror, o filme "A Bruxa" é situado na Nova Inglaterra, no ano 1630, e é narrado pela jovem Thomasin. Após a mudança de sua família para a nova casa, coisas estranhas começam a acontecer: animais tornam-se malévolos, a plantação morre e uma criança desaparece aparentemente possuída por um espírito maligno. Desconfiados e paranoicos, os membros da família acusam a adolescente de praticar feitiçaria.

Trailer:


Análise:

Esse filme é a melhor maneiro de se jogar 1h e 33m da sua vida fora. Nos primeiro TRÊS MINUTOS, o suspense toma conta da tela e a trilha sonora promete uma grande história. Porém aos 10 minutos de filme você que já está cansado de filmes de histórias tiradas do lixo, já consegue entender que o mesmo não vai querer NADA-COM-NADA. É isso aí gente, nunca foi tão fácil falar assim de um filme.
PRÓXIMO TEXTO CONTÉM SPOILER: A Bruxa mal aparece no filme, nada de cabuloso acontece, a não ser uma família que é religiosa-fanática, que tudo o que acontece, acreditam ser um castigo de Deus, uma provação. Foi esse motivo que o personagem principal, foi expulso da vila, e foram morar distante, perto da floresta onde a Bruxa vive.
Gente basicamente o filme é só gente chorando, sem comida, sem nada, nem mesmo a Bruxa é mostrada. Somente pouquíssimos segundos. Eu não conseguir terminar de ver esse filme, de tão chato que é.
Me surpreende muito a UNIVERSAL aprovar a bufunfa para esse tipo de roteiro, prestes a WARNER BROS. lançar Invocação do Mal 2, um filme que realmente me tirou o suspiro. Acho que fui clado.

E você? Assistiu? O que achou? Comente!
Rafa, XOXOXO

Nenhum comentário:

Postar um comentário